Nova publicação: «Há Uma Única Arte da Espada»
Venho de publicar, com a ajuda da AGEA Editora, a minha tradução do GNM Hs 3227a, titulada Há Uma Única
Agitação e Propaganda
Mais um folheto de divulgação da KdF. Este é para ser impresso em A3 e pregado ao meio, como um
Grupos de HEMA do Brasil, a Galiza e Portugal
Há tempo que estou a fazer um certo seguimento da atividade das HEMA na nossa esfera linguística, já que é
Guiar o carro e jogar a espada
Há pouco passei os exames necessários para obter a carta de condução. Era uma tarefa que tinha pendente desde havia
Por que usar a terminologia original?
…ou, noutras palavras: por que não traduzir os termos? Zornhau para «Cutelada da Ira», Ochs para «O Boi», etc. Fácil, não é?
Revista: o «Jude Lew» de Dierk Hagedorn
Há já duas semanas que me chegou o Jude Lew: das Fechtbuch publicado por Versus Books, um esforço colectivo do
Arte do Combate: história dum logótipo
Este artigo bastante longo é em parte deformação profissional e em parte resposta a algumas perguntas que recebi após fazer
As Doze Regras
Andre Paurñfeyndt foi um mestre da Arte do Combate do S.XVI (possivelmente filiado aos Freifechter), pertencente ao ramo serôdio da tradição
Regra 1 do Zufechten
Este exercício, que chamo de «Regra», é similar às katas das artes marciais orientais: uma sequência de movimentos pensada para
Zornhau como Vorschlag e técnicas relacionadas
Este vídeo é uma explicação que gravei para partilhar ideias com camaradas da HEMA-Brasil: Zornhau empregado no Vorschlag, e algumas possibilidades

Nas redes sociais

No YouTube


Grupos de HEMA do Brasil, a Galiza e Portugal

nek-gris-100x100